Quero fazer a diferença

por onde começo?

Comece por qualquer causa que faça seu coração vibrar. 

 

Temos a tendência de pensar que os problemas do mundo são tantos e tão grandes que fogem a nossa compreensão e a nossa possibilidade de agir sobre eles. 

 

Se somos todos seres humanos vivendo na Terra, quem disse que você deve aceitar todas as normas impostas sem refletir sobre elas? O que de fato é o senso comum?

Lembre-se que toda revolução começou com um pequeno grupo de pessoas que acreditavam que aquela transformação era possível. 

Num passado não tão distante assim, acreditavam que uma sociedade não sobreviveria sem o trabalho escravo, acreditavam que os negros eram uma raça inferior, acreditavam que a mulher não tinha capacidade intelectual para ser parte ativa na sociedade ou sequer tinham o direito de viajarem sem a autorização do marido, abusavam dos animais como se eles fossem meros objetos sem consciência e sem a capacidade de sentir dor e por aí vai.

 

Se você realmente refletir sobre esses assuntos, vai perceber que eles ainda são realidade no nosso tempo present- talvez estejam apenas mais mascarados ou "escondidos". A verdade é que se continuarmos alimentando inconscientemente ou por escolha uma sociedade que visa apenas o ganho individual, nós enquanto humanidade entraremos em extinsão. 

 

Primeiro, a mudança começa internamente com uma mudança de consciência. 

O que você pode implementar HOJE na sua rotina para ajudar o planeta Terra, os animais e outros seres humanos?

 

Repense o que você consome e o quanto você consome. 

Compre de pequenos produtores e não alimente grandes indústrias que utilizam o trabalho escravo simplesmente porque o seu ego diz que você PRECISA daquele produto.

Saiba a procedência daquilo que você consome- existe algum abuso por trás daquele produto?

Opte pela embalagem reciclável, ande com uma garrafa de água não descartável, recicle o lixo da sua casa. 

Faça um trabalho voluntário.

Ajude na divulgação de produtos, empresas e pessoas que estão saindo da sua zona de conforto para lutar por um futuro melhor e pacífico para todos.

 

As possibilidades são infinitas e as formas de ajudar também! 

Doe seu tempo, seu dinheiro, seu conhecimento, seus likes e compartilhamentos para algo que seja maior do que você. Informe-se sobre algo realmente relevante para sua existência, parta para a ação, não se dê por vencido!  

 

Você importa. Você FAZ a diferença. 

 

Nessa página seguem algumas causas relevantes para o meu coração em completo alinhamento com aquilo que eu acredito:

É apenas através do amor, da união entre os seres racionais que não se percebem seres superiores `a Terra, `as minorias e aos animais, e da evolução da nossa consciência que finalmente viveremos em paz. 

 

Como muito bem dito por Martin Luther King: “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. 

 

Sejamos a mudança!

O mundo precisa de cada um de nós. 

Amazônia Real

A agência de jornalismo independente e investigativo Amazônia Real é uma mídia digital criada por jornalistas mulheres, uma organização sem fins lucrativos, sediada em Manaus, no Amazonas.

 

A agência produz reportagens sobre a floresta e seus povos por jornalistas que vivem na Amazônia. Falamos sobre os impactos ambientais dos desmatamentos, queimadas, mineração, hidrelétricas, agrotóxicos, agronegócio e violação dos direitos humanos, mulheres, crianças e adolescentes e migrações, entre outros temas.

 

Para produzir essas reportagens com independência e liberdade de expressão precisamos do apoio das leitores e dos leitores.

 

Saiba como doar:

 

1. Acesse a página da Amazônia Real pelo link: https://www.catarse.me/amazoniareal 

 

2. Clique no botão "Assinar esse projeto", localizado no lado direito da página. 

 

 

3. Escolha o valor de seu apoio e a recompensa que deseja receber. 

 

 

4. Preencha os dados do pagamento de sua assinatura mensal. 

 

 

5. Se você escolher contribuir usando cartão de crédito, o pagamento ocorre no mesmo dia. Se optar por boleto, o pagamento deve ser feito em até quatro dias úteis.

 

 

A Amazônia Real agradece o apoio ao jornalismo independente e investigativo.